domingo, 31 de julho de 2011

Centaurea rivularis (fam. Compositae), um endemismo do Oeste da Península Ibérica


[Sinónimos: C. nigra L. subsp. rivularis (Brot.) P. Cout., C. nigra var. pallida Lange] 

Esta cetáurea é endémica do Oeste da Península Ibérica, ou seja, não cresce espontaneamente em nenhum outro local do globo. Prefere lameiros húmidos pouco intensificados e juncais. Fitossociologia Molinio-Arrhenatheretea, dif. de Arrhenatherion. Considerada pouco comum no PNM.
O exemplar da imagem foi encontrado na margem de um rio do PNM.

Galeopsis tetrahit subsp. tetrahit (fam. Labiatae)


Esta belíssima planta herbácea anual da família das Labiáceas, embora tenha uma distribuição extensa pelo hemisfério Norte (toda a Europa, menos frequente no Sudeste, grande parte da Ásia, introduzida na América do Norte), existe na Península Ibérica apenas no seu terço Norte, sendo rara para o Centro. Em Portugal, é referenciada pela Flora Ibérica (Castroviejo et al.) em Trás-os-Montes e no Minho, sendo a sua presença na Extremadura duvidosa. No PNM, foi considerada por C. Aguiar como rara.
No PNM,  habita em solos frescos, ricos em azoto assimilável, localizados na proximidade de linhas de água. Fitossociologia: Galio aparines-Alliarietalia petiolatae.
O espécime da imagem, foi encontrado na margem de um rio da zona ocidental do PNM.
Nome comum: Galeopse. No zona onde foi fotografado não lhe é atribuído nenhum nome vernáculo.

sábado, 9 de julho de 2011

Escuteiros estrangeiros de regresso ao PNM

"O Parque Natural de Montesinho (PNM) tem tido o privilégio de contar com a participação de grupos de escuteiros, oriundos de França e da Bélgica que de forma voluntariosa apoiam esta área protegida em diversas actividades.

Neste ano de 2011 e pelo facto de ser o Ano Internacional do Voluntariado, o Parque Natural de Montesinho em parceria com o Serviço Voluntário Internacional Belga (SVI), aceitou campos de voluntariado internacionais e nesse sentido vai receber 106 escuteiros Belgas e Franceses, os quais vão ser distribuídos por aldeias dos Concelhos de Bragança e Vinhais.

O PNM tem como função receber os grupos, encontrar um local apropriado para a sua estadia e em conjunto com a comunidade local, programar actividades de beneficiação, quer para a área protegida, quer para a comunidade onde vão estar inseridos como por exemplo: recuperação e preparação de Lagar de Vinho comunitário, limpeza de Moinho de Água, limpeza de Forja Comunitária.

Está também previsto acções de limpeza de rios, de caminhos e manutenção de percursos pedestres.

Com esta iniciativa, o PNM beneficia de tarefas voluntariosas, recebe população culturalmente distinta e promociona o seu território para além fronteiras e permite um envolvimento da população local."
Fonte: ICNB 

Castanha de Trás-os-Montes no Falar Global (SIC Notícias)

Fonte: SIC Notícias

Mel de Montesinho



Fonte: SIC