domingo, 26 de junho de 2011

Cornus sanguinea L. subsp. sanguinea (Fam. Cornaceae)



Arbusto ou pequena árvore de 1,5 a 5 metros de altura, ramos erectos, opostos; folhas opostas, ovais ou elípticas, margens inteiras; inflorescências terminais, pétalas brancas; fruto globoso. [1]

Na Europa distribui-se até ao paralelo 60º, estende-se pelo N e SW da Ásia. Na Península Ibérica, está ausente no quadrante SW e extremo SE. Em Portugal, ocorre em Trás-os-Montes, Douro Litoral e Beira Litoral. [1]

No Parque Natural de Montesinho, prefere orlas e clareiras húmidas de bosques higrófilos, nomeadamente nas margens dos rios. Sendo considerado pouco comum. Fitossociologia: Rhamno-Prunetea.  [2]

Nomes vernáculos: Sanguínho-legítimo. [1] Na zona onde este exemplar foi fotografado é conhecido por Sangubinho.

[1] CASTROVIEJO, S. et al. (Eds.), 2007. Flora Ibérica. Plantas vasculares de la Península Ibérica e Islas Baleares vol. VIII, CORNACEAE. Real Jardín Botánico, C.S.I.C. Madrid
[2] Aguiar C. Flora e vegetação da Serra de Nogueira e do Parque Natural de Montesinho. Tese de Doutoramento. Lisboa. 2000