quinta-feira, 22 de setembro de 2011

Rural Castanea - Festa da Castanha - Vinhais - 21 a 23 Outubro 2011

domingo, 31 de julho de 2011

Centaurea rivularis (fam. Compositae), um endemismo do Oeste da Península Ibérica


[Sinónimos: C. nigra L. subsp. rivularis (Brot.) P. Cout., C. nigra var. pallida Lange] 

Esta cetáurea é endémica do Oeste da Península Ibérica, ou seja, não cresce espontaneamente em nenhum outro local do globo. Prefere lameiros húmidos pouco intensificados e juncais. Fitossociologia Molinio-Arrhenatheretea, dif. de Arrhenatherion. Considerada pouco comum no PNM.
O exemplar da imagem foi encontrado na margem de um rio do PNM.

Galeopsis tetrahit subsp. tetrahit (fam. Labiatae)


Esta belíssima planta herbácea anual da família das Labiáceas, embora tenha uma distribuição extensa pelo hemisfério Norte (toda a Europa, menos frequente no Sudeste, grande parte da Ásia, introduzida na América do Norte), existe na Península Ibérica apenas no seu terço Norte, sendo rara para o Centro. Em Portugal, é referenciada pela Flora Ibérica (Castroviejo et al.) em Trás-os-Montes e no Minho, sendo a sua presença na Extremadura duvidosa. No PNM, foi considerada por C. Aguiar como rara.
No PNM,  habita em solos frescos, ricos em azoto assimilável, localizados na proximidade de linhas de água. Fitossociologia: Galio aparines-Alliarietalia petiolatae.
O espécime da imagem, foi encontrado na margem de um rio da zona ocidental do PNM.
Nome comum: Galeopse. No zona onde foi fotografado não lhe é atribuído nenhum nome vernáculo.

sábado, 9 de julho de 2011

Escuteiros estrangeiros de regresso ao PNM

"O Parque Natural de Montesinho (PNM) tem tido o privilégio de contar com a participação de grupos de escuteiros, oriundos de França e da Bélgica que de forma voluntariosa apoiam esta área protegida em diversas actividades.

Neste ano de 2011 e pelo facto de ser o Ano Internacional do Voluntariado, o Parque Natural de Montesinho em parceria com o Serviço Voluntário Internacional Belga (SVI), aceitou campos de voluntariado internacionais e nesse sentido vai receber 106 escuteiros Belgas e Franceses, os quais vão ser distribuídos por aldeias dos Concelhos de Bragança e Vinhais.

O PNM tem como função receber os grupos, encontrar um local apropriado para a sua estadia e em conjunto com a comunidade local, programar actividades de beneficiação, quer para a área protegida, quer para a comunidade onde vão estar inseridos como por exemplo: recuperação e preparação de Lagar de Vinho comunitário, limpeza de Moinho de Água, limpeza de Forja Comunitária.

Está também previsto acções de limpeza de rios, de caminhos e manutenção de percursos pedestres.

Com esta iniciativa, o PNM beneficia de tarefas voluntariosas, recebe população culturalmente distinta e promociona o seu território para além fronteiras e permite um envolvimento da população local."
Fonte: ICNB 

Castanha de Trás-os-Montes no Falar Global (SIC Notícias)

Fonte: SIC Notícias

Mel de Montesinho



Fonte: SIC

domingo, 26 de junho de 2011

Cornus sanguinea L. subsp. sanguinea (Fam. Cornaceae)



Arbusto ou pequena árvore de 1,5 a 5 metros de altura, ramos erectos, opostos; folhas opostas, ovais ou elípticas, margens inteiras; inflorescências terminais, pétalas brancas; fruto globoso. [1]

Na Europa distribui-se até ao paralelo 60º, estende-se pelo N e SW da Ásia. Na Península Ibérica, está ausente no quadrante SW e extremo SE. Em Portugal, ocorre em Trás-os-Montes, Douro Litoral e Beira Litoral. [1]

No Parque Natural de Montesinho, prefere orlas e clareiras húmidas de bosques higrófilos, nomeadamente nas margens dos rios. Sendo considerado pouco comum. Fitossociologia: Rhamno-Prunetea.  [2]

Nomes vernáculos: Sanguínho-legítimo. [1] Na zona onde este exemplar foi fotografado é conhecido por Sangubinho.

[1] CASTROVIEJO, S. et al. (Eds.), 2007. Flora Ibérica. Plantas vasculares de la Península Ibérica e Islas Baleares vol. VIII, CORNACEAE. Real Jardín Botánico, C.S.I.C. Madrid
[2] Aguiar C. Flora e vegetação da Serra de Nogueira e do Parque Natural de Montesinho. Tese de Doutoramento. Lisboa. 2000

domingo, 19 de junho de 2011

“Ordo Zoelarum”: Arqueologia e Identidade Transmontana no Museu Abade de Baçal (Bragança)


"Foi inaugurada no dia 17 de Junho, no Museu do Abade de Baçal, a exposição “Ordo Zoelarum” : Arqueologia e Identidade Transmontana.

A iniciativa pretende transmitir ao público o interesse arqueológico da região, os estudos e prospecções do território que aqui têm vindo a ser realizadas, associam-se à relevância da colecção Epigráfica do Museu do Abade de Baçal, resultando pertinente e oportuna a concretização de uma exposição temporária que transmita a riqueza cultural e patrimonial da região neste domínio.

A exposição terá uma forte componente material, documental e lúdica, onde se associa o objecto museológico e sua devida contextualização a um vasto programa educativo, diverso e dinâmico, de assinalada abrangência quer ao nível dos públicos que pretende atingir quer ao nível das aptidões que visa estimular.

Esta temática proporcionará um forte envolvimento da comunidade local e afirmar-se-á com bastante peso na dinamização do património local e regional da instituição e como dinamizador de novos públicos, permitindo, um roteiro territorial da epigrafia Luso-Romana em Trás-os-Montes.

Tem como destinatários o público em geral e a comunidade local.
Esta exposição, que traz pela primeira vez à região peças de extraordinário valor histórico é comissariada por Armando Coelho, professor da Faculdade de Letras da Universidade do Porto, sendo financiada pelo QREN.
A exposição “Ordo Zoelarum” : Arqueologia e Identidade Transmontana, estará patente no Museu do Abade Baçal de 17 de Junho a 30 de Dezembro."

terça-feira, 7 de junho de 2011

Caminhada na Serra da Esculqueira-Pinheiros

 As Serras da Esculqueira e dos Pinheiros são o conjunto de 2 elevações, ambas com 1146 metros de altitude que se situam no noroeste do Parque Natural de Montesinho, nas proximidades das aldeias portuguesas do Pinheiro Novo e Pinheiro Velho e da aldeia espanhola da Esculqueira. É limitada a Oeste pelo rio Rabaçal e a Sul pelo rio Assureira, um afluente do primeiro. Nesta região predominam as rochas graníticas e as casas das aldeias envolventes são construídas à base deste elemento, conservando a sua arquitetura tradicional.



















domingo, 22 de maio de 2011

Exposição sobre Libelinhas de 20 Maio a 30 Setembro na Casa da Vila (Vinhais)

"Dia 20 de Maio, no Centro de Interpretação do Parque, Casa da Vila em Vinhais, foi inaugurada uma exposição sobre libelinhas.

Tem como objectivo dar a conhecer as espécies desta ordem de insectos, Odonata, existentes no Parque Natural de Montesinho bem como aspectos do seu desenvolvimento.

Para além de imagens dos Odonata, a exposição integra uma área de observação à lupa e a projecção de um documentário.

Estará patente ao público até dia 30 de Setembro"

Fonte: ICNB

quinta-feira, 10 de março de 2011

Ano Internacional das Florestas - Semana Comemorativa 16-21 Março 2011 - Vinhais

http://www.ipb.pt/files/20110309y9so.pdf

16 de Março - Quarta-feira
Seminário -
 9h30 "A Floresta - Conhecer para Preservar"
Recepção de participantes Entrega de documentação
10h00 Sessão de Abertura Eng.º Victório Martins - Director-Adjunto da DGAC - Norte do ICNB
Dr. Américo Pereira - Presidente da Câmara Municipal de Vinhais
10h30 "A Missão do SEPNA no Parque Natural de Montesinho" GNR/SEPNA - Serviço de Protecção da Natureza e do Ambiente
11h00 Pausa para café
11h30 "O Papel da Educação Ambiental na Conservação da Floresta" Escola Superior de Educação do Instituto Politécnico de Bragança
12h00 Debate
12h30 Almoço Livre
14h30 "Floresta Multi-funcional" Arbórea
15h00 "O Papel da Protecção Civil Municipal na Defesa da Floresta
Contra Incêndios Florestais"
Câmara Municipal de Vinhais - Serviço de Protecção Civil Municipal
15h30 "Conservação e Colheita de Cogumelos Silvestres no Parque
Natural de Montesinho"
Parque Natural de Montesinho
14h00 Debate
14h30 Encerramento

17 de Março - Quinta-feira
10h30 Filme: "Floresta - Fonte de Vida e Riqueza"
14h30 Filme: "Floresta - Fogo e Vida"

18 de Março - Sexta-feira
10h30 Visita às Instalações dos Bombeiros Voluntários de Vinhais com demonstração alusivas ao uso de material de prevenção e combate a Incêndios Florestais;
Local - Quartel dos Bombeiros Voluntários de Vinhais
14h30 Atelier: "Vamos Semear uma árvore";
Trabalhos de Pintura.
Local - Centro de Interpretação do Parque Natural de Montesi-nho - Casa da Vila - Vinhais

21 de Março - Segunda-feira
9h30 "Vamos Plantar 2011 Árvores Autóctones no Parque Natural de Montesinho"
Local - Área do Parque Natural de Montesinho