quinta-feira, 17 de dezembro de 2009

ETNOBOTÂNICA DE ALGUMAS ESPÉCIES ARBÓREAS E ARBUSTIVAS DO PARQUE NATURAL DE MONTESINHO

 
RESUMO
O Parque Natural de Montesinho é uma área protegida localizada no nordeste de Portugal. Durante cerca de quatro anos (2000 a 2004) foi realizado um exaustivo trabalho de inquirição com o objectivo de compilar, descrever e analisar os saberes etnobotânicos da população em estudo. Foram realizadas entrevistas semi-estruturadas a uma centena de pessoas, maioritariamente mulheres, de trinta aldeias pertencentes a dois concelhos do Distrito de Bragança (Bragança e Vinhais).
Os dados foram organizados num catálogo etnobotânico que apresenta 364 espécies de plantas vasculares, muitas das quais são espécies florestais ou arbustivas. Registaram-se elevados índices de consenso (0,93), apesar da maioria dos usos descritos já não se verificarem na actualida-de e fazerem só parte da memória dos inquiridos.
Juglans regia e Castanea sativa são das espécies com maior importância relativa, enquanto Pterospartum tridentatum, Cytisus multiflorus e Erica australis encontram-se entre as que obtive-ram maior frequência relativa de citação.
Os resultados obtidos discutem-se em função das categorias de uso definidas e dos índices de utilização.
PALAVRAS-CHAVE: etnobotânica, PNM, usos tradicionais de árvores e arbustos.
Leia o artigo completo em:
Carvalho, AM; Fernandes M; Santayana MP; Morales R. CERNAS. Disponível em: http://www.esac.pt/cernas/cfn5/docs/T5-67.pdf

Sem comentários: