quinta-feira, 23 de julho de 2009

Caminhada na Sanábria - Inverno 2009

Prontos para desafiar o frio, a neve, a altitude, a longa distância de 25 km que nos esperava e um desnível acumulado de 1200 metros, partimos bem cedo de Bragança, rumo à imponente cordilheira que deliciava a nossa vista desde esta cidade. Sem dúvida que qualquer um de nós já tinha sonhado em subir estas montanhas, porém mal sabíamos o que nos esperava, ainda ninguém tinha tido uma experiência desta magnitude.



A beleza inigualável Lago de Sanábria era uma imagem auspiciosa do que nos esperava, embora não soubessemos o quão contrastante seria flora raquítica alpina com a densa mancha de carvalhal que então observávamos.
À medida que subíamos de carro para a Lagoa dos Peixes, local de início da aventura, a neve tinha uma presença cada vez mais constante e os espessos bancos de neve indiciavam que a sua queda fora extremamente abundante neste Inverno.

































1 comentário:

Artur Gonçalves disse...

Esse passeio é muito interessante, sobretudo pelo desafio, a parte final é exigente. Mas há partes que se tornam monótonas.
De qualquer maneira, não sei se já fez, recomendo vivamente, a descida do rio Terra, que deve ser feito em dois dias. Com saída da Lagoa dos Peixes, pelo mesmo caminho até à Barragem e depois descendo pelas margens do rio até Ribadelago, com paisagens diversificadas, vegetação mais exuberante e diversa e com locais fantásticos (quedas de águas ou encostas rochosas).
Pela dinâmica do rio deve ser feito com tempo seco e depois do degelo, no resto do ano é perigoso.